sexta-feira, 29 de maio de 2015

Amar

"Toda lei se resume num só mandamento: "Ame ao seu próximo como a si mesmo". - Gálatas 5:14


Olá querida pessoa, tudo bem? se não estiver, lembre de 1Tessalonicenses 4:16-18, Deus ainda está no controle.
 A um tempo atrás eu assisti um filme chamado "meu namorado é um zumbi", o filme falava sobre uma doença que tinha alcançado as pessoas, esse vírus atacava o sistema nervoso tirando todo controle da pessoa sobre si e suas ações. Elas esqueciam das pessoas e dos seus sentimentos e viviam apenas pra se alimentar de outras pessoas já mortas ou vivas. 
 Nesse meio aparece um cara chamado "R" que se esqueceu de quem é, ele acaba se alimentando de partes do cérebro do namorado morto de uma garota, mas as lembranças do namorado morto se conectavam a lembrança de "R" que acaba se apaixonando pela garota, então ele vai atrás dela e ela se encanta por ele também, e os dois começam uma jornada de amor impossível porque as pessoas que não tinham sido afetadas pela doença tinham que se proteger dos "doentes", e era uma guerra pela sua vida. No final de tudo "R" resolve se sacrificar para proteger a garota que ama e é nesse sacrifício que ele é curado da doença, o amor dele pela garota traz de volta seus sentimentos e seu lado humano, então se descobre que a doença tem cura, e a cura é o amor.


 E o que isso poderia ensinar? sabe, o mundo ta muito "frio", muitas pessoas (por diversos motivos como dor, traição, perda, erros, etc) esqueceram que foram feitas pra serem amadas e que são amadas (1 João 4:19), elas vivem buscando algo que complete o frio por dentro, seja em aparência, status, dinheiro, relacionamentos...e isso pode até ser algo agradável, mas não completa. A única cura pra quem somos é o amor. 


Amar é algo difícil, temos que escolher amar o outro mesmo quando o outro não corresponder, mesmo quando o outro não perceber, mesmo quando o outro ser grosseiro com você, e esse tipo de amor só aprendemos com Deus, é isso que Ele faz com você e comigo. Nossa luta não é contra pessoas (Efésios 6:12), se alguém te fez mal, tente orar perdoando essa pessoa, se não conseguir, ore pedindo que Deus te ensine a perdoar. 
 Vamos orar pelos que estão "cegos" espiritualmente, pelas pessoas que te tratam mal, pelo mundo. Traga dentro de você o que Deus tem te ensinado, ore pedindo esse amor (1 Coríntios 13:4-7/ João 15:13). 


A cura pra todos os males é o amor, e Deus é amor (1 João 4:8)

terça-feira, 5 de maio de 2015

Ele é

 "Eles se recusaram a te ouvir e se esqueceram dos milagres que realizaste entre eles. Se tornaram obstinados e, na sua rebeldia, escolheram um líder a fim de voltarem à sua escravidão. Mas tu és um Deus perdoador, um Deus bondoso e misericordioso, muito paciente e cheio de amor. Por isso não os abandonaste" - Neemias 9:17




 Olá, você está bem? se não, lembre de Romanos 12:12!


 Alguém lembra dos Israelitas? então eles foram um povo que eram escravos do Egito, não pegavam leve com eles, colocavam muito trabalho, quase não os alimentavam e os humilhavam muito, quantas vezes pessoas daquele povo choraram achando que estavam só? mas não estavam, Deus observava e tinha cuidado com cada lágrima deles. 

 Deus então vai aos poucos retirando o povo da escravidão do Egito,  com cuidado pra não perder nenhum, os Israelitas não fizeram nada, e os caminhos foram se abrindo pra eles, o mar, e tudo mais. Deus então vai os guiando pelo deserto, um lugar que você não vê fim nem inicio, onde a maioria das visão é apenas nada, mas Ele tem o cuidado de deixar uma coluna de nuvens e de fogo pra guiar eles.

O próprio Senhor cuidava da alimentação dos Israelitas, mas algo começou a acontecer, o coração daquele povo começou a fazer de Deus um "rival", eles então começaram a exigir outro tipo de alimento a Deus, falavam que preferiam ter ficado na escravidão que seguir a voz dEle, começaram a fazer até a juntas suas joias pra fazer um "bezerro" e chamar aquilo de deus, o coração deles preferiam reconhecer um bezerro que o próprio Deus. 


E Deus? continuou trabalhando pelo bem daquele povo mesmo quando o próprio povo era contra Deus, Deus os guiou pra um lugar com fartura de alimento, proteção, bens, afastou de perto deles pessoas fortes demais que iam os destruir e até quando os inimigos do Israelitas o aprisionavam, era só eles chamarem a Deus que Ele vinha como um Pai que vai cuidar do machucado dos filhos. 

  Podemos até não notar, mas somos como os Israelitas, as vezes queremos coisas que parece que não são da vontade de Deus e já pensamos em desistir de tudo que Ele já fez só pra seguir nossos "sonhos", fazer sacrifícios ao Pai? parece difícil demais, é mais fácil deixamos os nossos desejos nós levar do que sermos amigos de Deus, deixamos de olhar pro bem que Ele nós faze e olhamos com pressa pro que Ele "ainda não fez"...

 Mas quando nós gritamos oprimidos pelas pessoas, pelo mundo ou pela circunstâncias, Ele vem como um Pai pronto pra cuidar dos nossos machucados...

E então você pode notar novamente que Deus sempre continuou trabalhando pro seu bem, mesmo quando o seu próprio coração não reconhecia, quando julgava e o maltratava, sem desistir. 

Esse é uma das características de Deus, bondade.