• Adoradores
  • domingo, 24 de agosto de 2014

    Misericórdia


     Imagine a seguinte situação, você chega em um local diferente, seja uma escola, faculdade, um trabalho, e começa a falar de Deus pras pessoas desse local, falar o quanto é lindo viver com Ele e a promessa dEle de voltar pra nós buscar, mas aparece uma pessoa que começa a te perseguir, te fazer mal, falar de você, te tratar friamente, tentar te humilhar ... o que você faria?
     Muitas pessoas iriam orar pela sua vitória em relação essa pessoa, pra você prevalecer, mas a oração que Cristo deseja é outra. E se Cristo te pedisse pra orar por essa pessoa e tentar se aproximar dela dia após dias? colocando em prática a benignidade que é transformar em bem o que te fazem de mal. Você faria?


    É difícil orar e cuidar de quem nós persegue, mas foi isso que Jesus fez. 
    [Pilatos então voltou ao Pretório, chamou Jesus e lhe perguntou: "Você é o Rei dos judeus?" perguntou-lhe Jesus: "Essa pergunta é tua, ou outros te falaram ao meu respeito?" - João 18:33-34]

    mas cade o amor por quem persegue nessa passagem?

     Pilatos iria mandar Jesus pra ser crucificando, mas antes buscava saber porque o acusavam, quando Pilatos perguntou sobre Jesus ser o rei dos judeus, ele buscava o motivo de condenarem Jesus porque falava uma coisa que para eles era anormal, já que se consideravam o povo escolhido de Deus, privilégiados e duvidavam que Jesus era o messias, porém, a doçura de Cristo foi tão grande que Ele levou em conta a possibilidade de Pilatos estar querendo realmente saber quem era Ele, em abrir os olhos de fé de Pilatos, por isso Ele perguntou se aquela pergunta era de Pilatos (como uma duvida) ou se era a "acusação" que ele escutava dos outros. O que torna a atitude de Cristo mais cheia de amor é que Ele não levou em conta estar preso, prestes a ser morto e sofrer com açoites, não se importava em estarem acusando Ele, nem em estar em frente ao que iria decretar isso pra Ele, Ele estava preocupado em um possível querer de Pilatos em conhecer a Deus. E eu acredito que, se Pilatos quisesse saber, mesmo naquela situação, Jesus falaria pra Ele sobre Deus.


    Vamos pedir todos os dias para amar a quem nós maltrata, a cuidar de quem nós machuca, assim mostraremos de quem somos discípulos. Somos de Cristo! 

    Veja : Mateus 5:7
    João 13: 34
    Lucas 6:27-36

    *---* 


    Leia também:
    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!